Comunicação Social: ainda existem vagas neste mercado?

O curso de Comunicação Social já foi um dos mais procurados nos vestibulares do país. No entanto, com a evolução da tecnologia e a popularização da internet houve uma mudança neste mercado. Afinal, a forma de se comunicar mudou, não é mesmo? As universidades e as empresas tiveram que se adaptar a essa transformação para continuar entregando profissionais capacitados para o mercado de trabalho.

Ainda assim, existem muitas pessoas que acreditam que não existem mais vagas para jornalistas, publicitários ou bacharéis em cinema. Muito pelo contrário, os cursos se modernizaram para se adequar a essas mudanças do tempo e novas graduações surgiram para absorver as demandas das empresas. 

Duvida? Continue a leitura do artigo e saiba como anda as possibilidades no mercado da comunicação social.

Quais são os cursos da área de comunicação social, afinal?

Jornalismo

O profissional que trabalha com comunicação social lida com a linguagem, independente de qual for a sua habilitação. No Jornalismo, por exemplo, o estudante terá disciplinas mais teóricas como filosofia, semiótica e sociologia, mas também aulas de redação de texto para rádio, televisão e internet.

Depois de formado, o jornalista pode atuar nas redações de jornais ou revistas, em assessorias de imprensa de políticos, clubes de esportes ou empresas. É um dos cursos que teve que se reinventar com o avanço da tecnologia. Hoje, já existem universidades que preparam os alunos para atuar no mercado como freelancer ou empreender, já que virar nômade digital virou um dos sonhos dos profissionais brasileiros.

O curso tem em média 4 anos de duração e existem bons cursos tanto em universidades públicas quanto privadas.

Publicidade e propaganda

O profissional formado em comunicação social com habilitação em publicidade e propaganda vai atuar em agências de publicidade.

No entanto, esta área de atuação também foi bastante impactada com os novos hábitos dos consumidores. Hoje as agências se modernizaram e trabalham com misto de mídia offline e online.

O publicitário é responsável por fazer campanhas para promover produtos e serviços para marcas, além de fazer pesquisa de mercado, definição de público-alvo e estudar estratégias para distribuição do produto.

Contudo, com o avanço do marketing digital, esse profissional também sido cotado para trabalhar como redator publicitário ou como social media.

O curso tem em média a duração de 4 anos e estudantes vão estudar disciplinas como atendimento e planejamento publicitário, ética, fundamentos do marketing, pesquisa de opinião e mercado, entre outras.

Produção cultural

O curso visa colocar no mercado profissionais multidisciplinares que tenha conhecimento técnico e científico para planejar, organizar e coordenar projetos que valorizem a diversidade sociocultural brasileira. Esses produtores podem atuar tanto em eventos esportivos, quanto festivais de músicas, filmes e teatro, além de feiras científicas.

O curso dura em média 4 anos e está disponível tanto em universidades públicas quanto privadas. Na grade do curso estão disciplinas como Teoria da Cultura, Planejamento e Pesquisa Cultural, Filosofia da Arte, entre outros.

Rádio, TV e internet

O profissional formado em Rádio, TV e Internet trabalha com conteúdo multimídia, podendo atuar  tanto em programas de rádio e televisão como também assessorando youtubers ou criando o seu próprio canal, por que não?

Tudo isso porque o bacharel formado em Rádio, TV e Internet  cria e produz a grade de programação, redige roteiros e também pode coordenar a equipe de gravação. Com o avanço da tecnologia, esse profissional está cada vez mais requisitado.

O curso pode ser encontrado na modalidade graduação ou tecnologia, em universidades públicas ou privadas. A duração média é de 4 anos e o estudante vai estudar além do conteúdo técnico, como produção videográfica e fotografia, disciplinas bases do curso de comunicação social como sociologia, filosofia e teoria da comunicação.

Relações públicas

O profissional formado em Relações Públicas conta com o desafio de comunicar os valores das organizações tanto para os colaboradores quanto para o público externo. Esse bacharel utiliza os principais meios de comunicação para enviar esses comunicados e podem atuar tanto em repartições públicas quanto em empresas privadas e agências.

O curso tem a média de duração de 4 anos, também pode ser encontrado tanto em universidades públicas quanto privadas e as disciplinas da grade curricular vão desde língua portuguesa, comunicação corporativa e negociação, passando pelas disciplinas do tronco comum da comunicação social como ética e história da comunicação e, até, estatística aplicada e teorias políticas.

O futuro da comunicação social e o mercado de trabalho

Como falamos no início do texto, a mudança de comportamento do consumidor, o avanço da tecnologia, o usuário omnichannel e outros fatores, transformaram a forma com que consumimos produtos e nos comunicamos.

Dessa forma, novas possibilidades de trabalho foram surgindo para quem atua no mercado de comunicação, confira abaixo alguma delas.

Social Media

É um campo de atuação bastante interdisciplinar e existem profissionais de diferentes áreas de formação atuando neste mercado, além do bacharel em comunicação social também é possível encontrar designers e até mesmo administradores atuando como social media. 

Esse profissional é responsável por planejar, criar estratégias e escrever textos que serão veiculados nas redes sociais. O mercado também é amplo e as possibilidades vão desde agências de comunicação, empresas de diferentes segmentos, repartições públicas, ongs e até escolas e universidades.

Email Marketing

O e-mail marketing é outro campo dentro do marketing digital. O profissional especialista nesta ferramenta é responsável por escrever os textos que irão no corpo do email das campanhas de email marketing. 

São profissionais que dominam técnicas de escrita criativa e persuasiva, isso porque um dos objetivos desse canal de comunicação é aproximar as empresas dos seus consumidores até o fechamento de uma venda, além de atuar no pós-venda, divulgação de eventos, entre outros.

Copywriter

É uma profissão bastante conhecida nos Estados Unidos e que tem ganhado destaque no Brasil.

Ele nada mais é do que um redator bastante criativo e com conhecimento em vendas, já que o grande objetivo dos textos escritos por esse profissional é fazer com que as empresas vendam seus produtos por meio da internet.

Por mais que muitas vezes o seu trabalho seja confundido com o de um redator publicitário, o copywriter atua no mercado de inbound marketing, justamente porque o seu objetivo é guiar o leitor para uma ação. Que pode ser desde o clique em um anúncio, o download de um ebook ou até o fechamento de uma venda.

Dessa forma, o copywriter pode escrever anúncios para serem vinculados no Google, peças publicitárias, roteiros para vídeos, artigos, e-mails e até mesmo roteiro para telemarketing.

Já deu para perceber que muitas das expertises desse profissional são desenvolvidas em um curso de comunicação social, não é mesmo? Pois saiba que para se tornar um exige muito treino de texto, além de seguir os profissionais que são referências na área, como Paulo Macedo e o Conrado Adolfo.

Onde estudar Comunicação Social?

O primeiro passo para tomar esta decisão é decidir qual das habilitações você pretende cursar. Já o segundo é verificar se o curso da universidade escolhida é reconhecido pelo Ministério da Educação.

Para acessar esta informação, basta acessar o site do MEC e pesquisar pela instituição e curso que pretende consultar.

Se você quer entrar em uma federal, verifique se esta instituição conta com a habilitação que você pretende estudar. Nem todas contam com um curso de comunicação social com todos os cursos. Outro ponto bastante importante é observar como funciona o vestibular: é próprio, via Enem, etc.

Já se você pretende estudar um curso que só existe em uma universidade particular. Analise questões como grade curricular, valor da mensalidade e se existem programas de bolsas. Na Estácio, por exemplo, você encontra alguns destes cursos e modalidades de bolsas para quem está na segunda graduação, teve nota alta no Enem, entre outros. 

Ah, e se não esqueça também que sempre existe a possibilidade de optar por um curso de comunicação social a distância. Se você tem dúvida de como esses cursos funcionam e quais são os benefícios dessa modalidade para os alunos, confira o artigo: Vantagens e desvantagens do ensino a distância.