Modelos de introdução para a redação do Enem

A redação do Enem ( Exame Nacional do Ensino Médio) é uma das provas mais tensas entre os candidatos. Para se dar bem nessa prova é importante que você monte estratégias para escrever. Pensar em alguns modelos de introdução podem ajudar você a tornar o seu texto interessante para o leitor, e assim conquistar pontos importantes para a prova de Redação.

Se você vai prestar concurso para o Enem e ainda está inseguro com a prova de redação, esse texto lhe será útil, pois você encontrará algumas dicas e modelos de introdução para começar a elaborar a sua escrita.

Como fazer bons modelos de introdução

O básico para compor um texto começa a partir de um bom domínio da modalidade escrita da língua. Nesse sentido, é fundamental ter um bom domínio das regras formais que estão convencionadas.

Isso quer dizer que você deve respeitar as regras de pontuação e acentuação, as regras das relações sintáticas (estruturas da sentença) e semânticas (estruturas do sentido). Também é importante que esteja coerente (de acordo com uma ideia geral do tema) e coeso (respeitando os conectivos que compõem o texto). Portanto, é importante ir alternando com propriedades os termos pronominais que estão repetidos excessivamente. Essa é uma maneira de escrever um texto fluente.

Um bom modelo de introdução pode ser composto da seguinte forma:

A seguir, você terá algumas estratégias para elaborar com mais facilidade um boa introdução, certamente alguma ajudará você.

Contextualização

Isso significa que as suas ideias se enquadram dentro de um contexto geral e de forma crítica ao tema proposto. Isso demonstra compreensão ao assunto proposto;

Recorte

A introdução nada mais é do que um recorte do que será abordado nas linhas seguintes do texto, é importante estar clara e atraente para o leitor.

Estrutura da redação do Enem

Lembre-se da estrutura de texto que é exigida para a redação. Como é um texto dissertativo-argumentativo, nessa parte é fundamental respeitar a estrutura e explicar a sua tese, ou seja, a ideia que você defenderá no texto.

Ensaie

Essa é uma forma de construir uma estratégia sólida de apresentação de ideias, mentalize o que pretende escrever e passe para o papel as suas ideias diversas vezes. Lembre-se: a prática leva à perfeição.

Escreva, leia e reescreva

Escreva diversas vezes, leia o que escreveu e revise. Essa pode ser uma forma de sintetizar ideias que podem ser trabalhadas.

Uma coisa de cada vez

Tenha cuidado para não misturar essa parte do texto com o desenvolvimento. É muito comum o candidato ir apresentando um desenvolvimento sem explanação do assunto a ser tratado na redação, dessa forma, os argumentos já são apresentados logo de cara, quebrando a expectativa do leitor.

Delimite a introdução

É importante que você adote a estratégia de organizar a sua introdução com o tema e os argumento que você explanará e defenderá ao longo da redação. Para isso, treine escrever com um limite de linhas (de 6 a 10), pois ser conciso, muitas vezes, não é fácil.

Bom senso

Lembre-se de que é importante manter a compostura e a elegância no texto, você não deve ser radical, nem ofensivo ou defender pontos de vistas considerados senso comum ou radicais, esse tipo de atitude enfraquece o texto.

Dialogando com um leitor em potencial

Uma estratégia útil ao começar um texto é imaginar que o texto pode ser uma conversa imaginária. Lembre que você estará contando alguma coisa a alguém. Dessa forma, iniciar um texto é semelhante a iniciar um diálogo. A diferença é que se está em um ambiente de tensão e com uma proposta temática a ser seguida.

Leituras

Um bom redator é aquele que lê um texto e observa os fenômenos que compõem a unidade escrita. É importante você fazer leituras de diversas áreas de pensamento e observar como esses textos começam. Essa é uma maneira de você se familiarizar com os componentes gramaticais presentes nesses textos.

Estudar através de alguma plataforma online

Se você ainda não se sente seguro para montar estratégias de escrita, hoje em dia você consegue fazer alguns cursos online. Algumas plataformas de ensino a distância oferecem cursos gratuitamente e ainda fornecem certificados online. Fazer um curso nessa modalidade pode ser uma maneira de aprender mais sobre algumas questões da língua portuguesa e a modalidade escrita da língua. A Fundação Bradesco é um exemplo dessas plataformas, ali você encontrará aulas de técnicas de Redação e Português. Confira o link da plataforma aqui.

Modelos de introdução no Enem

Outra forma relevante de compor uma boa redação é observar alguns modelos de introdução de quem já participou de outras edições do Enem e foi bem-sucedido. Desse modo, você compreenderá de forma mais prática como funciona a composição da introdução, através de um modelo já avaliado.  Sendo assim, é uma maneira de ter um termômetro sobre o nível de exigência por parte dos avaliadores.

Veja alguns modelos de introdução de edições passadas do Enem avaliadas com nota mil para se inspirar:

 

  • Redação de Mariana Camelier Mascarenhas:
    Na antiga Esparta , crianças com deficiência eram assassinadas, pois não poderiam ser guerreiras, profissão mais valorizada na época. Na contemporaneidade , tal barbárie não ocorre mais, porém há grandes dificuldades para garantir aos deficientes – em especial os surdos – o acesso à educação, devido ao preconceito ainda existente na sociedade e à falta de atenção do Estado à questão.
  • Redação de Ursula Gramiscelli Hasparyk
    A plena formação acadêmica dos deficientes auditivos, uma parcela das chamadas Pessoas com Deficiência (PCD), é um direito assegurado no recém aprovado Estatuto da Pessoa com Deficiência, de 2015, também conhecido como Lei da Acessibilidade. Além de um direito legalmente garantido, a educação para esse grupo social é sociologicamente analisada como essencial para uma sociedade tolerante e inclusiva. Entretanto, observa-se o desrespeito a essa garantia devido ao preconceito, muitas vezes manifestado pela violência simbólica, e à
    insuficiência estrutural educacional brasileira.
  • Redação de Alan de Castro Nabor:
    Sob a perspectiva filosófica de São Tomás de Aquino, todos os indivíduos de uma sociedade democrática possuem a mesma importância , além dos mesmos direitos e deveres. No entanto, percebe-se que, no Brasil , os deficientes auditivos compõem um grupo altamente desfavorecido no tocante ao processo de formação educacional, visto que o país enfrenta uma série de desafios para atender a essa demanda. Nesse contexto, torna-se evidente a carência de estrutura especializada no acompanhamento desse público, bem como a compreensão deturpada da função social deste.

Fonte: Manual de Redação do ENEM 2018

 O que há em comum entre esses fragmentos?

Note que em todas estas introduções existem algumas coisas em comum. Os candidatos demonstram um conhecimento histórico sobre o tema e o contextualizam com a realidade social e atual. Além disso, respeitam as normas da modalidade escrita da língua e fundamentam bem as suas ideias. Com certeza, são candidatos que passaram por processos de maturação da escrita e souberam utilizar a bagagem de leituras na hora da prova.

Você pode encontrar essas redações na íntegra na página que contém o manual de redação do Enem 2018, confira o link aqui. Neste outro artigo do Vai de Bolsa damos dicas de como estruturar toda a redação.

Agora que você já sabe mais sobre modelos de introdução para a redação do Enem, certamente será mais fácil de organizar e montar estratégias de escritas. Para isso, é importante você lembrar de praticar duas coisas: leitura e escrita. Você precisa ter em mente que uma coisa não existe sem a outra. Escrever para quem não tem o hábito de ler pode ser algo muito difícil. Portanto, você precisa encontrar algum ponto de interesse para se tornar um leitor e escritor perene. Dessa forma, quando você se deparar com a prova de Redação, sem dúvidas, a escrita será desenvolvida naturalmente e sem estresse.

Se você gostou desse assunto e tem interesse em saber mais sobre educação, não deixe de acessar o blog Vai de Bolsa. Aqui você encontra assuntos das mais diversas áreas.