Qual engenharia fazer: exatas muito além da engenharia civil e elétrica

Foi-se o tempo em que os estudantes que se preparavam para o vestibular precisavam escolher apenas entre três áreas do conhecimento. Hoje, além dos cursos interdisciplinares, as próprias grandes áreas, Ciência Humanas, Exatas e Biológicas, deram uma expandida significativa nos cursos. As engenharias, por exemplo, já chegaram a 40 graduações. Tantas opções deixam uma dúvida latente em quem pretende entrar de cabeça no mundo dos números: qual engenharia fazer?

Engenharia agrícola, engenharia de automação, engenharia de materiais e engenharia aeronáutica são apenas algumas das muitas opções existentes nas universidades do país. Isso tudo sem contar nos cursos a distância

Quer conhecer mais sobre o mercado das engenheiras e acabar de uma vez por todas com a dúvida de qual engenharia fazer? Continue a leitura do artigo.

Qual engenharia fazer? Se existe dúvida, conheça mais suas habilidades

Você gostar de matemática não é suficiente para se dar bem em engenharia. Ou seja, também é necessário ter visão objetiva, interesse em desenvolvimento de projetos e muita habilidade para trabalhar em equipe. Tudo isso porque esse profissional é responsável por resolver questões técnicas por meio de conhecimentos científicos e com objetivo de facilitar o dia a dia das pessoas. Em outras palavras, é necessário além de capacidade técnica, criatividade para solucionar um problema.

Os engenheiros costumam trabalhar ao lado de profissionais como arquitetos, designers, cientistas da computação, profissionais de vendas e marketing. Além desses profissionais, eles também atuam com o corpo técnico como, por exemplo, o técnico em eletrônica, eletrotécnica, mecânico, entre outros.

Uma boa forma de ter certeza se uma das engenharias é perfeita para você é fazendo uma boa avaliação vocacional. Contudo, há vários testes na internet que prometem ajudar a identificar qual a melhor área do conhecimento para se dedicar. Eles também conseguem resolver o dilema.

Você está pronto para marcar engenharia na escolha da sua graduação? Depois disso, confira quais cursos estão em voga no mercado.

10 cursos para quem ainda não decidiu qual engenharia fazer

 

Engenharia Aeronáutica

O curso de engenharia aeronáutica é sem dúvida nenhuma uma das engenharias mais procuradas e também uma das mais difíceis de entrar, tendo em vista que poucas instituições oferecem esse curso. Mas, se este for o seu sonho, não desista!

A engenharia aeronáutica forma profissionais para desenvolver projetos, desde a fabricação e até a manutenção de aviões, foguetes, helicópteros e satélites. É um mercado bastante promissor, principalmente para quem atua com manutenção: afinal, as aeronaves precisam de manutenção constante para garantir a segurança dos passageiros.

Engenharia Agrícola

A engenharia agrícola também é um curso cheio de oportunidades. Este profissional atua nos projetos de produção agropecuária, que são responsáveis por inovar nos métodos produtivos e escolher as melhores tecnologias e equipamentos para ampliar a produção sem causar danos a natureza, mantendo assim a preservação do solo e dos mananciais.

Engenharia Ambiental e Sanitária

O engenheiro ambiental e sanitarista conta com muitas oportunidades, mas também grandes desafios. Isso porque sua principal função é desenvolver formas de preservar os recursos naturais, além de proteger a saúde humana.

Esse profissional é responsável por gerenciar os sistemas de esgoto e captação e distribuição de águas. Da mesma forma, também precisa cuidar da preservação do solo e do ar. Uma das vantagens deste curso é que ele conta com uma grade multidisciplinar. Assim, o profissional pode atuar em empresas de pequeno ou grande porte, além de atuar com consultoria ou em órgãos públicos como, por exemplo, secretarias do meio ambiente ou da saúde.

Engenharia de Alimentos

O engenheiro de alimentos tem como desafio desenvolver formas de produzir alimentos em escalas industriais. Ele estuda formas de otimizar os processos que a indústria alimentícia já executa. Tudo isso sem abrir mão das normas de saúde e higiene. 

Depois de formado, este profissional pode trabalhar em indústrias de comida, bebida, em projetos de desenvolvimento de novos gêneros alimentícios, além de poder se dedicar também a área de qualidade das empresas.

Engenharia Civil

A engenharia civil é uma das habilitações mais antigas, no entanto é um mercado que continua aquecido. O profissional formado nesta área é responsável pelo planejamento, gerenciamento e execução de obras. 

Contudo, é importante ressaltar que o engenheiro civil não trabalha apenas em construção de empreendimentos imobiliários, mas também em obras de pontes, barragens e estradas.

Se você tem dúvida em qual engenharia fazer por questões mercadológicas, inclua a engenharia civil como uma de suas possibilidades.

Engenharia da Computação

O engenheiro da computação é o profissional que vai trabalhar na construção de hardware de computadores e periféricos, além de desenvolver habilidades em programação. É uma profissão que também tem bastante demanda. Afinal, o mercado de inovação e tecnologia precisa de profissionais capacitados e com alta capacidade de resolução de problemas.

Depois de formado, o profissional pode atuar com inteligência artificial, automação e robótica, indústrias e até em instituições financeiras.

Engenharia elétrica

O curso de engenharia elétrica também é um dos mais tradicionais. No entanto, devido a ampla formação deste profissional no mercado, sempre há novas oportunidades surgindo para os engenheiros eletricistas.

Esse profissional pode trabalhar em projetos de geração e distribuição de energia elétrica. Ademais, uma área que avança bastante e carece de profissionais é a de energias alternativas e renováveis. Assim, os engenheiros eletricistas também podem trabalhar em termelétricas, em projetos de energia eólica e solar, além das possibilidades mais tradicionais, como por exemplo, a telefonia e telecomunicações.

Engenharia Mecânica

O engenheiro mecânico é um profissional bastante versátil, podendo atuar na indústria de energia, no ramo automobilístico e em indústrias de diferentes segmentos. Tudo isso porque esse profissional é responsável por projetar ou dar manutenção em sistemas mecânicos, como máquinas de produção industrial, por exemplo.

Engenharia de Petróleo

É um curso relativamente novo, mas o mercado continua carente de profissionais. Ou seja, o curso de engenharia de petróleo está repleto de oportunidades tanto na área pública quanto na privada. 

O engenheiro de petróleo pode trabalhar desenvolvendo projetos para a indústria de petróleo, mas também atuar nas plataformas, refinarias e petrolíferas, além da possibilidade de desenvolver consultoria ambiental.

Engenharia de Materiais

A engenharia de produção é um curso bastante multidisciplinar e deve deixar o candidato que ainda não decidiu que engenharia fazer muito em dúvida, não é mesmo? Isso porque este curso ainda é dividido em várias habilitações: cerâmica, metais, polímeros e biomateriais.

Este profissional trabalha em projetos de pesquisa e desenvolvimento de novos materiais no setor industrial. É um ramo com possibilidade de crises, no entanto, novas oportunidades têm surgido a partir da necessidade de novos produtos com menos impacto ambiental.

Novos cursos de engenharia em universidades brasileiras

  • Engenharia Acústica
  • Engenharia Aeroespacial
  • Engenharia de Bioprocessos
  • Engenharia cartográfica
  • Engenharia de Energia
  • Engenharia de Entretenimento
  • Engenharia Hídrica
  • Engenharia da Inovação
  • Engenharia de Mobilidade
  • Engenharia de Sistemas

Cursos nem tão novos, mas que também são possibilidades

  • Engenharia Agronômica
  • Engenharia Biomédica
  • Engenharia de Controle e automação
  • Engenharia Eletrônica
  • Engenharia Ferroviária e metroviária
  • Engenharia Física
  • Engenharia Florestal
  • Engenharia Industrial
  • Engenharia Mecatrônica
  • Engenharia Metalúrgica
  • Engenharia de Minas
  • Engenharia Naval
  • Engenharia Nuclear
  • Engenharia de Pesca
  • Engenharia de Produção
  • Engenharia Química
  • Engenharia de Telecomunicações
  • Engenharia Têxtil

Agora que você conheceu várias possibilidades no ramo da engenharia, ficou mais fácil decidir qual curso fazer? Compartilhe conosco nos comentários!

Deixe um comentário!

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *