5 dicas para acertar no seu cronograma de estudos no ensino médio

O ensino médio marca a largada para uma das etapas mais desafiadoras da adolescência. Além de dar conta dos estudos dessa fase, que ficam em um nível de dificuldade mais alto, é preciso iniciar a preparação para o Enem e pensar na carreira profissional que você deseja seguir. Para administrar bem a agenda e não perder nenhum prazo proposto pela escola, será importante elaborar um cronograma de estudos que funcione.

Normal que, nessa fase do ensino médio, paralelo a tantas responsabilidades, também apareça uma série de convites tentadores para diversão com os amigos. O segredo para diminuir a ansiedade nesse período e acabar com a sensação de que você talvez não dê conta de tantas atividades é investir em planejamento e organização. Quando você é o administrador do próprio tempo e tem tudo sob controle, torna-se mais produtivo e seguro.

Como montar um cronograma de estudos que funcione e que possa ajudá-lo

Organizar a sua rotina para que você dê conta de todos os conteúdos do ensino médio, não perca nenhum prazo de entrega de trabalhos e ainda garanta boas notas nas provas. Esse é o sonho de qualquer estudante do ensino médico, certo? Para conseguir emplacar todos esses objetivos, será um passo importante fazer um cronograma de estudos que funcione.

Confira 5 dicas que poderão ajudar a fazer um cronograma que trabalhe a seu favor:

1. Faça um cronograma de estudos de acordo com a sua realidade

Um bom cronograma de estudos é o melhor amigo de quem quer passar no Enem ou em algum outro processo seletivo. Além de ajudar na administração do tempo e a contemplar todos os conteúdos necessários, ele o manterá focado no seu objetivo. O ideal, aliás, é que esse objetivo esteja “estampado” bem grande no topo do seu cronograma de estudos. Isso o ajudará a ter energia, garra e foco nas horas de sobrecarga de tarefas.

O primeiro passo para montar o seu cronograma de estudos será fazer uma lista, dividida por tópicos, que podem representar os nomes das disciplinas que você está tendo neste ano. Abaixo desses tópicos você pode relacionar todos os conteúdos que você precisa estudar. Em seguida, separe os assuntos por horas necessárias de dedicação para repassar cada um deles e divida essas horas na agenda conforme a sua rotina.

Aqui, é preciso um ponto de atenção que envolve o autoconhecimento: procure identificar o volume adequado de material que você deve e consegue estudar a cada dia. Por exemplo: se você tem mais dificuldade em matemática, não adianta prever uma quantidade de tópicos acima do que você consegue dar conta na quantidade de horas prevista no seu cronograma de estudos. Assim, cuide para que o seu planejamento esteja condizente com a sua realidade.

2. Crie um ambiente adequado para estudar

Tão importante quanto ter uma planilha com os seus dias e horários para estudo é escolher o ambiente adequado para colocar essa atividade em prática. Se você escolher um lugar confortável demais, como, por exemplo, a sua cama, a chance de você sentir sono ou perder a concentração no meio do tempo previsto para os estudos é grande.

Se a iluminação do lugar escolhido não for apropriada, você pode ter dores de cabeça com a leitura. Se estiver quente ou frio demais, isso irá gerar incômodos que atrapalham a sua concentração e o seu raciocínio. Por isso, procure um ambiente onde você se sinta bem e confortável, mas não tanto a ponto de não conseguir evitar uma soneca.

3. Preveja os tempos de intervalo no seu cronograma de estudos

Pesquisas mostram que, assim como o nosso corpo, o nosso cérebro também tem limites. Depois de um determinado tempo de concentração, que varia de pessoa para pessoa, será inevitável que você comece a desviar o foco e passe a ter mais dificuldade para assimilar as informações e os conteúdos.

Por isso, é importante que no seu cronograma de estudos você estipule intervalos para que possa se alongar, tomar uma água, dar uma relaxada, fazer um lanche, brincar um pouco com o seu cachorro ou qualquer outra atividade que lhe faça bem. Esse intervalo será tão importante quanto o tempo dedicado para leituras ou para repassar algum conteúdo.

4. Determine algum tempo para reforçar o conteúdo aprendido na escola

Boa parte do que você vai estudar é distribuído ao longo de todo o ensino médio na escola, então use isso a seu favor. Procure provas, resumos e exercícios realizados na sala de aula e refaça esses testes no turno inverso. Quanto mais você praticar, mais facilidade seu cérebro terá para assimilar e memorizar aquele determinado conteúdo.

Mas fique atento: antes de montar o seu cronograma de estudos, confira o planejamento de conteúdos da sua escola e procure conciliar os mesmos assuntos e dias com o seu cronograma pessoal. Nos dias em que for possível fazer esse “casamento”, ao chegar em casa você só terá que reforçar o que foi aprendido no outro turno, o que ajudará a otimizar o tempo de estudos para o Enem e a garantir notas boas nas avaliações da escola.

5. Liste períodos para fazer revisão de conteúdos e exercícios

Um erro comum na hora de fazer o planejamento dos seus estudos é prever somente o tempo que você levará para fazer determinada leitura. Todavia, estudar vai além disso. Nosso cérebro precisa ter contato com o conteúdo mais de uma vez para memorizar uma ideia.

Por isso, preveja no seu cronograma de estudos momentos para fazer alguns exercícios. Uma estratégia que pode funcionar bem é destacar palavras-chave para alguns tópicos e tentar relembrar o conteúdo a partir delas após realizar a leitura do material de alguma disciplina.

Procure também elaborar resumos para reler em seguida e fazer exercícios relacionados aos temas vistos em sala de aula. Essas são estratégias muito importantes para que você consiga garantir o seu aprendizado. Como tudo isso demanda tempo, será importante que você preveja essas atividades extras quando você for organizar o seu cronograma de estudos.

Com todas essas sugestões valiosas, a dica é começar já a montar o seu cronograma de estudos e organizar melhor a sua rotina. Bons estudos!

 

Deixe um comentário!

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *