Curso técnico ou faculdade: o que é melhor para conseguir um emprego?

Chega o início do mês e as contas estão batendo na sua porta, à espera dos pagamentos. E você necessita estar empregado para ter um salário e poder honrar com seus compromissos financeiros, não é mesmo?! Mas é aí que surge a dúvida: para conseguir logo um emprego, é melhor fazer um curso técnico ou uma faculdade?

Esse é um desafio para profissionais de qualquer área. A concorrência no mercado sempre vai ser grande, mas um curso técnico e uma faculdade apresentam características particulares para quem deseja encontrar uma oportunidade de trabalho. Para quem busca por qualificação profissional, um curso técnico oferece a facilidade de você já sair formado com uma boa qualificação e, na maioria dos casos, com emprego garantido. Já uma faculdade abre portas, mas irá demorar mais para colocá-lo com um diploma no mercado de trabalho.

Vantagens no mercado para um estudante do curso técnico ou faculdade

Normalmente, um curso técnico tem a metade de duração de uma faculdade, ou seja, a sua duração pode variar entre 18 e 24 meses. Esse já é o primeiro fator positivo desse tipo de formação. Justamente por ser de curta duração, a chance de um estudante de curso técnico estar empregado mais rapidamente é maior do que alguém que faz uma faculdade.

Outra vantagem é que o curso técnico é voltado para conhecimentos específicos que a pessoa precisa para desempenhar uma função. Por exemplo, se você procura a área de recursos humanos (RH) para trabalhar, o curso técnico em Administração + RH irá ajudá-lo com disciplinas práticas que já o qualificam para esse campo profissional.

Os cursos técnicos também são bem vistos pelas empresas que, cada vez mais, estão em busca de profissionais formados nas áreas técnicas. Esses profissionais se destacam porque foram qualificados para resolver questões do cotidiano e para dar conta de metas práticas, sendo muito valorizados pelas empresas.

Se você já atua no mercado mas deseja um aperfeiçoamento na sua área de atuação, o curso técnico é a melhor opção para complementar os seus conhecimentos e até mesmo para conseguir um aumento no seu salário ao finalizá-lo.

Por tudo que comentamos, um curso técnico agrega muitas vantagens em sua vida profissional. A alta empregabilidade desse tipo de formação faz com que muitas pessoas consigam um emprego assim que elas começam a fazer o curso técnico.

Se você está pensando em fazer um curso técnico ou faculdade, tenha isso em mente: a formação técnica é dinâmica e prática. O estudante sai desse tipo de curso preparado para o mercado de trabalho e com um ótimo índice de empregabilidade que o favorece.

Os cursos superiores, por outro lado, têm a vantagem de possibilitar que os estudantes façam concursos públicos e busquem pelas vagas que exigem esse tipo de formação. Mas nada impede que você faça um curso técnico mesmo já tendo um curso superior, ou que comece com o ensino técnico para conseguir logo um emprego e, depois, no futuro, invista também uma graduação.

Capacitação profissional durante o curso técnico

As disciplinas do curso técnico são voltadas para a prática. Esse tipo de formação pode ser feita após o ensino médio ou enquanto você estiver cursando essa fase. No entanto, para obter o diploma de curso técnico você deve, primeiro, concluir o ensino médio.

Na graduação, o estudante aprende a profissão quando faz um estágio ou apenas após formado, quando coloca os conhecimentos adquiridos em prática. No ensino técnico, o aprendizado sobre a profissão acontece durante todo o tempo de formação. Em paralelo às aulas práticas, os alunos têm na grade curricular também as aulas teóricas.

Com essa capacitação prática recebida durante os estudos, a pessoa que se forma em um curso técnico está preparada para assumir logo uma vaga no mercado de trabalho. Ou seja, quem termina um curso técnico terá uma profissão, uma vez que é exigida do aluno a conclusão de uma carga horária mínima.

Além de tudo isso, os cursos técnicos ajudam quem não pode pagar caro em uma universidade particular. Geralmente as mensalidades dos cursos técnicos constam de valores bem mais acessíveis.

Espaço no mercado e bons salários para profissionais com ensino técnico

De acordo com o Ministério da Educação (MEC), existem mais de 180 cursos técnicos em instituições públicas e privadas do País.

Os profissionais técnicos ganham cada vez mais espaço no mercado de trabalho. Isso não começou agora, mas já remonta há alguns anos. De acordo com a agência de empregos Manpower, desde 2017 esses são os profissionais que têm a maior empregabilidade do mercado de trabalho, seguidos das secretárias e dos auxiliares de escritório.

Outros estudos mostram que um trabalhador com formação técnica tem um salário 30% maior em comparação com empregados que não fizeram essa especialização. Além disso, a chance de entrar no mercado de trabalho aumenta em 50% com o curso técnico, fator que pode ser fundamental para a entrada ou a permanência de um funcionário no mercado de trabalho.

Somado a isso, como o profissional que tem um perfil­ técnico está em falta no mercado, as empresas acabam por pagar salários melhores para os técnicos que já possuem um tempo de experiência. Segundo o site Catho, um estudante formado na faculdade de Administração pode começar com um salário de R$ 1.600,00, em média. Porém, ainda segundo o site, o técnico em administração com RH recebe uma média de R$ 1.830,00.

De acordo com uma pesquisa realizada pelo Ibope, a pedido da Confederação Nacional da Indústria (CNI), 70% dos alunos formados em cursos técnicos conseguem emprego já no primeiro ano após a conclusão do curso. Ou seja, a maior parte dos estudantes termina o curso técnico com uma vaga de trabalho praticamente garantida e com grandes chances de subir degraus na carreira dentro da empresa que os contratar.

Com a ajuda do ensino técnico, aquele emprego que você tanto deseja e precisa pode ser seu!

 

Deixe um comentário!

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *