Ensino EaD: como estudar a distância com bolsa de estudos

Ter aulas online, materiais disponíveis no ambiente virtual e estudar como e onde quiser. Essas são algumas vantagens do ensino EaD. Além dessas facilidades, é possível tornar o plano de fazer uma graduação ou uma pós-graduação a distância ainda mais acessível buscando opções de bolsas de estudos. 

Diferentemente do que muitos acreditam, as opções de bolsas de estudo disponíveis no mercado não são restritas para os cursos presenciais. É possível conseguir um incentivo para estudar também ao optar por um curso na modalidade de ensino EaD. Sabendo disso, você não tem mais desculpas para deixar o curso dos seus sonhos, o avanço na sua carreira ou o aprendizado para depois. Confira algumas opções de descontos e de ajuda que podem ajudar você a entrar em uma faculdade ou dar continuidade para sua formação. Veja o vídeo do Marcelo Tas para entender melhor sobre essa modalidade:

 

Ensino EaD: como conseguir uma bolsa de estudos

Alguns programas que concedem bolsas, principalmente os governamentais, são voltados exclusivamente para cursos presenciais. Esse é o caso dos programas da Capes, que contemplam cursos de mestrado e de doutorado. 

Mas isso não significa que não haja opções de bolsas para quem precisa conciliar um curso superior com uma rotina atribulada e que planeja, para isso, ingressar em um curso da modalidade de ensino EaD. 

Se esse é o seu caso, antes de optar por um dos cursos de ensino EaD do mercado — porque as opções são muitas e variadas —, pode ser interessante avaliar bem quais são as suas possibilidades. 

Algumas instituições de ensino oferecem descontos e incentivos próprios, disponibilizados pelo governo federal ou por alguma entidade. Essas iniciativas visam facilitar o pagamento das mensalidades dos cursos de graduação e de pós-graduação na modalidade de ensino a distância. 

Confira algumas opções de bolsas que englobam o ensino EaD:

 

1. ProUni

O Programa Universidade para Todos (ProUni) concede bolsas de estudo integrais e parciais para estudantes que desejam fazer cursos de graduação em instituições de ensino superior privadas. Em contrapartida, o governo federal oferece isenção de tributos àquelas instituições que aderem ao ProUni.

Para ganhar as bolsas do ProUni, que dão descontos entre 50% e 100% nas mensalidades de cursos presenciais ou da modalidade ensino EaD, os estudantes precisam atender a algumas exigências. As bolsas do programa são direcionadas a estudantes egressos do ensino médio da rede pública ou da rede particular na condição de bolsistas integrais, com renda familiar per capita máxima de três salários mínimos. 

Além disso, os candidatos são selecionados pelas notas obtidas no Exame Nacional do Ensino Médio (Enem). O aluno precisa ter atingido, no mínimo, 450 pontos na média das notas do Exame e não pode ter tirado zero na redação. Ou seja, além da condição socioeconômica, também é avaliado o desempenho acadêmico. 

Para o ProUni, são abertos dois processos seletivos por ano. As inscrições são gratuitas e podem ser feitas pelo site do programa.  

Concluído o curso presencial ou de ensino EaD, o bolsista não fica devendo nada aos cofres públicos. Para isso, o aluno deve atender a algumas exigências, como ser aprovado em, no mínimo, 75% das disciplinas cursadas em cada período letivo para se manter no ProUni. O ProUni atendeu, desde sua criação em 2005 e até o processo seletivo do segundo semestre de 2018, mais de 2,47 milhões de estudantes brasileiros. 

 

2. Instituições de ensino

Uma das formas mais acessíveis de conseguir uma bolsa de estudos no ensino EaD, seja em uma graduação ou em um curso de pós-graduação, é avaliar as possibilidades dentro da própria instituição de ensino na qual você deseja estudar. É comum que algumas faculdades oferecerem descontos em mensalidades nos cursos a distância. 

A Estácio, por exemplo, oferece diversas possibilidades de descontos para os cursos superiores. As bolsas variam conforme a forma de ingresso, sendo que podem chegar a 100% conforme a campanha vigente. 

Quando o estudante se inscreve por vestibular, por exemplo, a bolsa regular começa com 30% de desconto para todo o curso, mas pode chegar, nas campanhas de Megavestibular, a 100% de bolsa para o primeiro semestre da faculdade e 50% para o restante do curso. 

Na inscrição por Enem, o desconto para os cursos do ensino EaD varia conforme a nota da prova, sendo que o mínimo é de 40% para todo o curso e pode chegar a 100% no primeiro semestre e 50% nos demais. 

Quem já fez um curso de graduação e está procurando uma segunda graduação pode ingressar no ensino EaD com uma bolsa de até 40%. O estudante que estiver fazendo curso em outra faculdade e optar por transferência externa pode conseguir desconto de até 50%. 

Cursos de pós-graduação na modalidade de ensino EaD, dentro da Estácio, também podem ser feitos com o incentivo de bolsas de estudo. Ex-alunos da universidade, por exemplo, podem conseguir até 45% de desconto durante todo o curso. 

Funcionários e dependentes diretos de empresas conveniadas com a Estácio podem ter até 50% de desconto, enquanto que algumas campanhas lançadas durante o ano podem oferecer até 70% de desconto nas três primeiras parcelas do curso de pós-graduação e mais 30% de desconto no restante do curso. 

Você está procurando opções de cursos para investir na sua qualificação profissional? Pensa em voltar a estudar, mas deseja conseguir uma bolsa para isso? Então confira outros conteúdos do nosso blog, onde você poderá encontrar conteúdos sobre ensino médio, ensino técnico, cursos de graduação e de pós-graduação. Até o próximo conteúdo!

Deixe um comentário!

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *