Primeiro emprego: 6 dicas para conquistar a sua oportunidade

Para a maioria das pessoas, terminar o ensino médio ou a faculdade marca o início de outra grande trajetória: o desenvolvimento profissional. Nesse sentido, o pontapé inicial é conseguir o primeiro emprego, que será a linha de partida dessa caminhada.

Mas, com um mercado de trabalho tão concorrido, conquistar esse tão sonhado primeiro emprego pode ser uma tarefa difícil. Se o candidato estiver preparado e atento às oportunidades, no entanto, terá mais chances de estar empregado em breve. Confira, neste texto, algumas dicas para que você consiga conquistar a sua oportunidade de trabalho.

Como aumentar as suas chances de conquistar o primeiro emprego

Você concluiu o ensino médio ou a faculdade e agora chegou o momento de encarar o mercado de trabalho? Nesse momento, é normal sentir que não está preparado para esse desafio. Mas lembre-se: todos os grandes profissionais já passaram por isso!

A insegurança faz parte, é verdade. Mas como enfrentá-la? O melhor caminho, nesse cenário de concorrência acirrada, é preparar-se da melhor maneira possível para enfrentar a sua concorrência.

Para isso, veja algumas dicas que podem ajudá-lo nesse processo:

1. Monte um currículo coerente e objetivo

O primeiro passo na busca do primeiro emprego é fazer um currículo. Há diversos modelos disponíveis na internet. Escolha um design que seja adequado ao seu propósito, que seja arejado e objetivo.

Em relação às informações que você vai disponibilizar no seu currículo, comece com suas habilidades. Saber trabalhar em equipe, gostar de aprender e ser proativo são características valorizadas atualmente pelas empresas.

Como você não tem experiência profissional, vale incluir no seu currículo se você fez algum intercâmbio, participou de algum trabalho voluntário ou se envolveu em algum projeto no qual precisou atuar junto com uma equipe.

Procure ser objetivo. Dê um breve resumo de cada experiência, apenas. Os detalhes podem ser ditos na entrevista. Algo importante: nunca minta no seu currículo! Afinal, a contratação precisa ser baseada em comprometimento e na verdade. Se você incluir informações que não são verídicas no seu currículo, uma simples checagem de dados do recrutador poderá comprometer a sua candidatura.

2. Monitore as vagas

Com o currículo feito, chegou o momento de monitorar as vagas que se encaixam no seu perfil e na sua área. Há diversas empresas de recrutamento, sites especializados e até grupos em redes sociais que divulgam oportunidades de primeiro emprego. Uma boa dica é fazer parte do LinkedIn, rede social profissional que também disponibiliza vagas.

Preste atenção nos prazos para as candidaturas e ao que é solicitado no processo seletivo. Dedique um tempo para escrever e revisar e-mails, cartas de apresentação ou para fazer o preenchimento de formulários. Afinal, esse será o primeiro contato entre você e o empregador. Então, é importante escrever corretamente e com coerência.

Neste momento, por mais que você queira muito conquistar o seu primeiro emprego, será importante ficar atento e mandar o currículo para oportunidades que tenham relação com o que você busca e que se encaixem em áreas nas quais você possa atuar.

Candidatar-se para vagas que exijam pré-requisitos que você não tem ou que você não estaria disposto a assumir poderá frustrar tanto você quanto o recrutador e a empresa para a qual você submeteu o seu currículo.

3. Prepare-se para a entrevista

Conseguir uma entrevista será um grande passo nessa busca pelo primeiro emprego. Essa oportunidade significa que a empresa tem interesse no seu perfil. Então, chegou o momento de você, como candidato, e o recrutador da empresa se conhecerem. Por isso, tenha muita atenção em cada detalhe.

Antes de sair para a entrevista, você deve se preparar. Para isso, busque ler sobre os valores e os projetos da empresa, mapeando, nesse processo, como você poderia contribuir com o negócio. Verifique também com quais áreas da empresa você se identifica.

Pratique em casa algumas respostas que você poderá dar para o recrutador. Veja como você poderá falar, de forma clara e objetiva, sobre você, suas habilidades, por qual motivo você deveria ser contratado e o que você planeja para a sua vida profissional.

Na hora da entrevista, seja pontual, vista-se de acordo com a empresa – na dúvida, aposte em trajes discretos – e respire fundo antes de começar a conversa. O importante é ser honesto, manter a calma, valorizar seus pontos fortes e demonstrar interesse na vaga. Todavia, lembre-se que esse também será o momento de tirar dúvidas e perguntar sobre as atividades que seriam desenvolvidas, como funciona o plano de carreira da organização, entre outros pontos que você considerar necessários.

4. Capacite-se

Uma boa alternativa para se destacar em meio a outros candidatos é procurar cursos de qualificação que agreguem valor ao seu currículo. Terminou o ensino médio? Então talvez seja a hora de pensar em um curso de graduação. Há diversas opções, inclusive a distância, que permitem conciliar os seus novos estudos com o primeiro emprego. Se você já fez uma faculdade, pode ser o momento de procurar um curso de especialização.

Cursos de qualificação também permitem que você tenha contato com pessoas que podem indicá-lo para vagas e que o ajudarão a visualizar novos caminhos. Além disso, esse tipo de qualificação possibilita que você conheça outras áreas de atuação e amplie seu leque de possibilidades, abrindo caminho para estágios e programas de trainee, por exemplo.

5. Faça um trabalho voluntário

Uma das formas de agregar conhecimento e experiências ao seu currículo e, ainda, ajudar ao próximo, será procurar e realizar um trabalho voluntário. Além de agregar conhecimento para a sua trajetória, esse tipo de atividade é muito valorizado pelos recrutadores.

O primeiro passo em busca de uma experiência como essa é procurar uma causa com a qual você se identifique. Nesse momento, vale pensar em atividades que você gostaria de desenvolver, mas sem esquecer que, apesar de o trabalho ser voluntário, será importante ter comprometimento com ele. Mesmo que você consiga logo o seu primeiro emprego, procure reorganizar os seus horários para conciliar o trabalho voluntário com a sua carreira.

6. Persistência sempre!

Muitas vezes vai parecer praticamente impossível conseguir o primeiro emprego. Nessa fase, é natural que muitas portas se mostrem fechadas. Por isso, será importante você manter a calma e continuar atento às oportunidades que surgem quase diariamente. Procure, nessa fase de busca por vagas, avaliar se há pontos que podem ser melhorados – seja no seu filtro de busca, seja no seu currículo ou em outro aspecto.

Caso nenhuma empresa chame você para uma entrevista de emprego, verifique para quais vagas você está mandando o seu currículo e se ele pode ser mais atrativo.

Se o problema é com a entrevista, pratique em casa, peça ajuda para amigos e parentes e solicite auxílio de profissionais mais experientes. E lembre-se: se você é esforçado, está disposto a trabalhar e tem foco, logo uma oportunidade surgirá! Aí o momento será o de aproveitar o máximo possível a experiência do seu primeiro emprego.

Gostou deste conteúdo? Então compartilhe ele nas redes sociais. Se você se interessa por conteúdos sobre educação e mercado de trabalho, confira também outros textos do nosso blog. Até a próxima!

 

Deixe um comentário!

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *